Tiro ao Prato Pomerode

WhatsApp:: (47) 99124-3066
 
 

Espingardas

Choke:

De início, as primeiras espingardas eram de cano cilíndrico, ou seja, com o mesmo diâmetro interno. Com o passar dos anos, foi introduzido o "choke", que é um ligeiro estreitamento do diâmetro interno do cano, junto ou próximo à boca da arma. No nosso caso, a palavra "choke" será traduzida como "estrangulamento".

Damos, a seguir, tabelas que mostram os estrangulamentos, com as medidas em milímetros, os grupamentos dos chumbos e as denominações normalmente usadas. Queremos assinalar que o "choke" pleno - estrangulamento total ou "full choke" - pode variar (no caso do calibre 12, por exemplo) de 0,9 a 1,1 mm, ocorrendo o mesmo para os demais "chokes" e calibres, nesta proporção.

Choke"

12

16

20

24

28

32

36

Pleno

1,00 mm

0,85 mm

0,75 mm

0,75 mm

0,65 mm

0,55 mm

0,45 mm

3/4

0,75 mm

0,65 mm

0,55 mm

0,55 mm

0,45 mm

0,45 mm

0,30 mm

1/2

0,50 mm

0,45 mm

0,35 mm

0,35 mm

0,30 mm

0,20 mm

0,20 mm

14

0,25 mm

0,25 mm

0,20 mm

0,15 mm

0,15 mm

0,10 mm

0,10 mm

Cilindro

-

-

-

-

-

-

-

"Skeet"

0,20 mm

0,17 mm

0,15 mm

0,12 mm

0,10 mm

0,10 mm

-

 

O estrangulamento, em décimos de milímetro, diminui de acordo com o diâmetro do cano/calibre. Se uma espingarda calibre 12, cujo cano tem um diâmetro interno de 18,5 mm, tem um estrangulamento de 1 mm no "choke" pleno (reduzindo o diâmetro para 17,5 mm na boca), numa espingarda calibre 36, cujo diâmetro interno do cano é de 10,4 mm, o estreitamento para se conseguir o "choke" pleno será, conseqüentemente, menor, de aproximadamente 0,5 mm.

Grupamento:

Os "chokes" dos canos controlam o grupamento da chumbada, que é usualmente determinado pela porcentagem de bagos de chumbo que atingem um alvo (placa) de 75 cm de diâmetro a uma distância convencional de 35 metros (27 metros, para os calibres 28, 32 e 36). Esta porcentagem pode variar muito pouco com uma mesma arma, dependendo, em linhas gerais, do tamanho do cartucho, da carga de pólvora e do tamanho e número de bagos de chumbo usados no carregamento do cartucho. Mais importante que a porcentagem de chumbos que atingem o alvo é a distribuição uniforme dos mesmos dentro da área de impacto (alvo).

Estrangulamentos ("chokes")

Grupamento

Total ("choke" pleno)

70 - 75 %

3/4

60 - 65 %

1/2 (meio "choke")

50 - 60 %

1/4

40 - 45 %

Cilíndrico

35 - 40 %

"Skeet"

60 % (a 20 m)

 

Os resultados com uma arma de qualidade e cartuchos de boa procedência são, normalmente, os assinalados na tabela e devem apresentar uma distribuição (dispersão) uniforme. Num cano cilíndrico, a dispersão do chumbo inicia-se ao sair do mesmo. No "choke" pleno, a carga de chumbo sai comprimida e a dispersão será menor, e, como lançam a carga a uma distância um pouco maior do que as outras formas de estrangulamento do cano, para o mesmo calibre, conclui-se que o grau do "choke" determina o alcance máximo da arma. O grupamento do cano de "choke" pleno, a 35 metros, também pode ser conseguido com o cano de meio "choke", a 30 metros, e pelo de 1/4 de "choke", a 25 metros.

 

Como se pode observar nos desenhos abaixo (Fig. A), os bagos de chumbo (ou aço) se deslocam no ar de modo semelhante a um enxame de abelhas, de forma ovalada. O cone de dispersão (Fig. B) irá aumentando no espaço, ao se afastar da arma. Esta dispersão, maior ou menor, será determinada pelo "choke" da espingarda.

 

Um cartucho Velox (nacional) calibre 20 carregado com 22,5 g de chumbo no. 7 (diâmetro de 2,5 mm) comporta aproximadamente 248 bagos. Portanto, se disparado de um cano de "choke" pleno, de acordo com as normas adotadas, teria que contar de 171 a 186 impactos dentro do círculo de 75 cm de diâmetro. Se o cano usado for de 1/2 "choke", serão aproximadamente 136 impactos (55%). O mesmo deve ocorrer, se usados outros tamanhos de chumbo.

Os chumbos utilizados para carregar cartuchos variam, normalmente, de 1,25 a 5,50 mm de diâmetro, sendo usados, ainda, balotes: um único projétil de chumbo de diâmetro equivalente ao calibre da espingarda.

 

Como escolher os "chokes"

Na caça, o "choke" deverá ser escolhido de acordo com a distância a que se pretende fazer o tiro. Se o tiro é, normalmente, feito à distância de 35 metros ou mais, o ideal é o "choke" pleno ("full"). Para distâncias inferiores a 35 metros, "full" ou 3/4 é o recomendado. Em torno de 30 metros, 1/2 "choke", e 1/4, para distâncias em torno de 20 metros. Estudos têm demonstrado que a maioria das peças são abatidas a distâncias inferiores a 35 metros. As armas muito "chokeadas" não devem ser usadas para caça ao vôo, à curta distância, a não ser por atiradores hábeis e experimentados. Em mãos inexperientes, é tiro perdido.

Você está aqui: Home Tiro ao Prato Espingardas

Informações:

C.R.E. Botafogo Tiro ao Prato Pomerode está funcionando nos dias de treinos.

  • +55-47-99124-3066
  • +55-47-99124-3066

Curta Nossa Página!